Drywall: O que é, como funciona e quais são as suas vantagens e desvantagens

O drywall é um material bastante popular em construções de vários países, principalmente dos Estados Unidos, que também está ganhando espaço nos projetos brasileiros. Apesar de já ser utilizado no país há anos, ainda existem muitas dúvidas e até preconceitos com esse tipo de sistema.

Sendo assim, neste post você vai descobrir exatamente o que é drywall, como ele funciona, suas vantagens e desvantagens para analisar se ele é adequado para o seu projeto. Confira!

Colocação de drywall - Raboni Engenharia

O que é drywall?

Como já diz o nome, drywall é um tipo de vedação feito a partir de um sistema de construção a seco. Isto é, o processo de construção praticamente não utiliza água, já que o elemento é usado em quantidades bem pequenas.

Por fora, o drywall se parece com alvenaria, mas por dentro ele é bem diferente de uma parede ou teto tradicional. Esse elemento é criado a partir da mistura de gesso com água e aditivos. Depois de pronta, a mistura é colocada entre duas chapas de papel cartonado na obra.

Estas são responsáveis por revestir a estrutura de drywall enquanto a sustentação das chapas é feita com módulos de aço galvanizado. Em alguns casos, é possível colocar lã mineral no interior das chapas para aumentar o isolamento térmico e acústico dos exemplares.

Por ser um tipo de vedação industrial, o drywall chega pronto na obra e não demanda o uso de argamassa, cimento ou concreto para sua fixação.

Tipos de placas de drywall

Atualmente, existem 3 tipos de placas de drywall: brancas, rosas e verdes. Confira, abaixo, as características de cada uma delas e descubra para quais situações são indicadas:

  •       Brancas (ST – Standard): são as chapas padrão e mais fáceis de serem encontradas. Podem ser usadas tanto para fazer paredes quanto tetos em ambientes secos.
  •         Rosas (RF): são mais resistentes ao fogo, porque têm fibra de vidro em suas composições. Portanto, são indicadas para cozinhas ou locais próximos de lareiras, cooktops e fogões.
  •       Verdes (RU): elas têm adição de silicone e aditivos fungicidas, logo são resistentes à umidade e ao bolor. Devem ser usadas em banheiros, cozinhas e áreas de serviço.

Independentemente de qual modelo escolher para seu projeto, lembre-se de que a parte colorida sempre deve ficar voltada para o acabamento da construção.

Onde usar drywall

As chapas de drywall devem ser usadas em ambientes internos e nunca nos externos, já que elas não são resistentes a intempéries climáticas, como ventos e chuvas.

Elas podem ser utilizadas em praticamente todos os espaços de residências e estabelecimentos comerciais, desde que sejam escolhidos os exemplares ideais para cada um deles.

Em um banheiro, por exemplo, é necessário colocar uma drywall verde, que é resistente à umidade. Já em uma cozinha, somente o exemplar rosa pode ser usado próximo ao fogão para que a construção não enfrente problemas no futuro.

Principais vantagens do material

Depois de conferir o que é drywall e como esse material é feito, descubra quais são as 4 principais vantagens desse produto:

Placa leve e fina

As placas de drywall são bem leves, podendo chegar a ter um peso até 6 vezes menor que as peças de alvenaria. Sendo assim, é fácil transportá-las e o peso nas lajes das construções é menor.

Além de leves, as chapas de drywall têm uma espessura fina. Isso é ótimo, porque assim você ganha espaço útil em seu projeto.

Agilidade na obra

Por já chegar pronto à obra, ser leve e ter uma instalação simples, o drywall também traz agilidade à construção. Afinal, os profissionais não precisam montar as chapas, preparar argamassas, concreto ou cimento e conseguem transportá-las facilmente para os locais desejados.

Terminar a obra mais rapidamente é excelente, pois dessa maneira você consegue diminuir gastos e aproveitar a edificação mais cedo.

Personalização

Como são leves e fáceis de serem instaladas, as placas de drywall podem ser colocadas em diferentes disposições em uma construção. Ou seja, é possível criar milhares de arranjos com elas e deixar sua obra bem personalizada.

Além disso, você pode pintar as placas e colocar revestimentos nelas, como papéis de parede, pastilhas, azulejos, entre outros.

Diminuição de desperdício

As chapas de drywall são produzidas industrialmente, então não é necessário comprar insumos para montá-las na construção. Consequentemente, é mais difícil haver desperdício de materiais no canteiro de obra. Nesse cenário, a geração de resíduos na construção também é menor, o que reduz o acúmulo de entulhos no serviço.

Maiores desvantagens

Como todo tipo de vedação, o drywall também apresenta desvantagens e é importante conhecê-las para tomar sua decisão. Sendo assim, veja agora as 4 maiores desvantagens desse material:

Limitação de ambientes

Como foi dito, o drywall não deve ser usado em ambientes externos, como fachadas e quintais. Isso acaba limitando seu projeto e pode atrapalhar seus planos. Se você pensava em fazer uma área externa gourmet com drywall, por exemplo, tem que mudar seu planejamento.

Mão de obra especializada

As peças de drywall precisam de mão de obra especializada para serem produzidas e manuseadas com qualidade. E, como elas ainda não são tão populares no Brasil, pode ser mais difícil encontrar profissionais que realizem esse trabalho com excelência. 

O valor do trabalho com drywall ainda costuma ser mais elevado, já que demanda especialistas. Portanto, inicialmente você pode ter dificuldade para encontrar profissionais e o projeto pode ter um custo mais alto quando comparado a alvenaria convencional.

Mas, caso escolha o drywall, lembre-se de que é essencial escolher uma equipe por sua capacidade e não pelo valor cobrado pelo serviço. Assim, você consegue garantir que o trabalho será bem feito.

A Raboni possui profissionais capacitados para os trabalhos com drywall. Caso queira saber mais sobre o serviço, entre em contato conosco clicando no botão abaixo.

Baixa resistência

Paredes e tetos de drywall não são resistentes a pancadas e colisões, então caso um objeto bata com força nessas peças, elas podem rachar e até quebrar. Dessa forma, se o seu projeto precisa de estruturas resistentes, o drywall não é a melhor opção para sua construção.

Já se a resistência não for uma demanda de seu projeto, você pode usar as placas de drywall tranquilamente.

Difícil para colocar objetos

Outra desvantagem das peças de drywall é que, como elas não são muito resistentes, colocar objetos nelas é mais difícil. Para adicionar quadros e nichos a uma parede dessa, por exemplo, é necessário utilizar buchas e parafusos específicos para não danificá-la.

É importante ainda que os objetos sejam fixados próximos a reforços na estrutura, como placas de madeira ou de aço instaladas no sistema interno do drywall.

Quando é necessário pendurar algum objeto mais pesado são utilizadas placas de madeira maciça ou chapas de OSB na parte interna das paredes, o que oferece mais resistência.  

Após conferir o que é drywall e as principais vantagens e desvantagens desse tipo de vedação, você tem que analisar juntamente a profissionais, como um arquiteto ou engenheiro civil, se ele é adequado para seu projeto.

Caso seja, decida por utilizar o drywall, conte com a Raboni para ajudá-lo com os projetos e instalação das paredes! Dessa maneira,  sua obra terá qualidade e ficará pronta rapidamente.

E, agora que você sabe o que é drywall, veja também 10 motivos para contratar um engenheiro civil para seu projeto

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pocket
Share on email
Share on print

Ver também