Os melhores pisos industriais

Para ter um ambiente industrial de qualidade e seguro, é fundamental que os responsáveis pela obra realizem um bom dimensionamento das estruturas industriais. Eles precisam observar cada detalhe e fazer cada cálculo estrutural com muito cuidado, porque esses elementos interferem no resultado final da indústria.

Ao realizar um excelente dimensionamento de estruturas, é possível ter mais certeza de que a edificação vai se sustentar e suportar outras cargas, como as móveis ou até mesmo fenômenos naturais.

Além de fazer esse dimensionamento, escolher o piso correto para o espaço também é essencial para obter um resultado final de qualidade em seu ambiente industrial. Por isso, explicaremos neste post quais são os melhores tipos de pisos para a indústria!

Pisos Industriais - Raboni Engenharia

Por que é fundamental escolher o piso correto

Existem vários tipos de indústrias atualmente e cada uma delas têm suas características. Algumas recebem cargas leves, por exemplo, enquanto outras atuam diariamente com cargas elevadas. 

Certas indústrias têm um tráfego intenso, outras têm uma circulação mais tranquila e há ainda aquelas que precisam de ambientes antiderrapantes para garantir a segurança dos colaboradores. Ou seja, cada empresa tem suas próprias necessidades. 

Então, é preciso escolher o piso industrial que melhor atende essas necessidades para não ter problemas. Caso você selecione um piso que não é adequado, ele pode afundar ou quebrar por não suportar as cargas e pode ocorrer acidentes de trabalho.

Já ao escolher o piso industrial adequado para o ambiente, você evita acidentes e também melhora o fluxo na área. E, como os imprevistos no local diminuem, você ainda reduz os gastos do negócio com manutenções e até indenizações.

Apesar de esses pisos serem chamados de industriais, eles também podem ser utilizados em outros ambientes que têm tráfego alto ou recebem grandes cargas. Alguns exemplos de locais em que os pisos industriais podem ser instalados são: garagens, shopping centers, galpões, concessionárias, cozinhas industriais e escritórios.

Melhores tipos de piso industriais

Agora que você sabe por que deve utilizar um piso industrial em sua empresa, precisa conhecer os melhores tipos para descobrir qual é o mais adequado para seu negócio. Então, confira abaixo os 5 principais pisos industriais disponíveis no mercado:

Piso epóxi

Piso epoxi

O piso epóxi industrial é um dos mais utilizados hoje em dia, porque ele tem alta resistência mecânica, química e uma grande durabilidade. Atualmente, ele costuma ser usado em garagens, oficinas, indústrias e hospitais.

Esse modelo é feito à base de resina epóxi, que também é conhecida como poliepóxido. A resina é misturada a um catalisador e, assim, o piso ganha sua superfície rígida.

Além de ser resistente e ter boa durabilidade, o piso epóxi é impermeável, fácil de limpar e instalar. O piso ainda é brilhante, o que dá uma aparência mais bonita para os locais em que ele é instalado. Como o modelo é liso e não tem juntas, esse piso não acumula bactérias, o que é ótimo para a higiene do espaço.

Apesar de ter várias vantagens, o piso epóxi também apresenta desvantagens. As principais delas são seu custo, que pode ser elevado quando comparado a outros materiais, e o fato de manchar com facilidade. Devido a esta característica, o piso tem que passar por manutenções regulares.

Vinílico

Piso vinílico

Assim como o piso vinílico tradicional, o modelo vinílico industrial imita outros materiais. Mas, nesse caso, ele geralmente imita cimento e elementos resistentes em vez de madeira. Esse piso é um dos melhores disponíveis, porque tem uma ótima aderência, fornece conforto acústico e térmico.

Como ele é pouco escorregadio, é interessante para aumentar a segurança dos profissionais no local. É por essa razão que ele costuma ser usado em cozinhas industriais, fábricas e galpões.

O piso vinílico também é vantajoso, porque é fácil de ser instalado e pode ser colocado sobre outros pisos, como cerâmicas e porcelanatos. Porém, ele não é tão resistente quanto os demais dessa lista. Por isso, seu uso é recomendado somente em locais com fluxo baixo de pessoas.

Outra desvantagem desse modelo é que seu preço e suas manutenções frequentes podem gerar altos custos para a empresa.

Emborrachado

piso emborrachado

O modelo emborrachado pode ser feito de uma borracha reciclável, como pneus, sintética ou natural. Ele é muito usado em locais que têm um tráfego de pessoas intenso, pois é antiderrapante, macio e oferece tanto isolamento acústico quanto térmico. Sendo assim, é mais confortável e seguro que outros pisos.

O exemplar emborrachado também é hipoalergênico e resistente ao fogo e à água. Porém, ele não é tão resistente quanto o piso epóxi ou de concreto polido. Esse piso ainda risca e acumula sujeiras com facilidade. Portanto, não é indicado para lugares que precisam estar com um visual constantemente limpo.

Concreto polido

Concreto polido

O piso de concreto polido é produzido a partir da mistura do concreto poroso com um catalisador, que o endurece. Esse modelo é bastante utilizado graças às vantagens que possui, como a facilidade de limpeza e sua alta durabilidade, que chega a ser maior que a do piso epóxi.

A sua aparência é semelhante à do cimento queimado, mas sua resistência a produtos químicos e impactos é maior que a do cimento. Mais uma vantagem do concreto polido é que ele é muito resistente a bactérias, ácaros, manchas, vazamentos e à umidade.

Esse tipo de piso ainda pode ter diferentes acabamentos, como brilhante, fosco ou espelhado. Independentemente disso, sua manutenção costuma ser simples. Devido a essas características, o concreto polido é indicado para locais em que há um grande fluxo de pessoas. Mas, hoje em dia ele está sendo usado até em projetos residenciais.

Sua principal desvantagem é que como sua superfície é bem rígida, os colaboradores podem ficar cansados mais facilmente se precisarem andar em cima dele o dia todo. Uma forma de diminuir esse problema é utilizar faixas com superfícies macias ao longo da empresa para reduzir a dureza do piso em locais específicos.

Cimento queimado

concreto queimado

Com aparência semelhante ao concreto polido, o cimento queimado é um piso tradicional em indústrias. Ele, inclusive, é usado em projetos residenciais com estilo industrial.

Esse piso é utilizado em ambientes industriais, porque é resistente, fácil de limpar e tem baixo custo. Contudo, ele não é antiderrapante e fica escorregadio quando está molhado. Então, é preciso analisar o local em que o piso talvez seja instalado para ter certeza de que o exemplar é realmente adequado.

Conhecendo as indicações, vantagens e desvantagens dos melhores tipos de pisos para a indústria, é mais fácil descobrir qual é o ideal para sua empresa. Sendo assim, analise bem as informações de nosso post para definir qual é o melhor para seu caso.

E, se você ainda tiver dúvidas sobre o piso do seu negócio, entre em contato conosco para que possamos lhe ajudar nessa questão!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pocket
Share on email
Share on print

Ver também